A área de concentração em SOCIEDADE, TECNOLOGIA E MEIO AMBIENTE, está na interface entre dois grandes sistemas indissociáveis, social e natural, cuja intersecção demanda diversidade de competências e atuação interdisciplinar com constante colaboração, trocas de conhecimento e convergência. Essa interface é executada de forma interdependente nas duas linhas de pesquisa propostas, Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável e, Desenvolvimento e Territorialidade, a partir das quais a relação sociedade e meio ambiente torna-se campo fértil para pesquisas na perspectiva socioambiental voltadas ao desenvolvimento sustentável, conforme preconiza Área de Ciências Ambientais.

LINHAS DE PESQUISA

Linha 1: Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável:

Essa linha tem como objetivo abordar, de forma interdisciplinar, o uso e a conservação da biodiversidade do Cerrado e suas interações biológicas e ecológicas; estudar o uso e ocupação da terra e dos recursos hídricos visando compreender a interface das relações humanas no uso e conservação dos recursos naturais; pesquisar a biodiversidade considerando a complexidade dos ecossistemas e a indissociabilidade entre sistemas natural e social, gerando subsidio para o desenvolvimento sustentável no Cerrado.

Linha 2: Desenvolvimento e Territorialidade: Essa linha tem por objetivo analisar e avaliar as ações e intervenções do Estado na preservação do meio ambiente, considerando territorialidades urbana e rural; compreender os efeitos da degradação ambiental na saúde humana; estudar a relação entre sociedade-natureza nos processos históricos de intervenção no meio ambiente, com ênfase na história e educação ambiental; compreender a identidade cultural e territorial expressa nas relações humanas, no uso e na conservação dos recursos naturais.