18, June de 2022

Desde 2019, um convênio firmado entre a Universidade Evangélica de Goiás - UniEVANGÉLICA e a Força Aérea Brasileira garante o treinamento de pilotos que terão como missão pilotar caças Grippen supersônicos adquiridos pelo governo brasileiro. As aeronaves, fabricados pela empresa sueca Saab, já estão em território brasileiro desde do dia 1º de abril deste ano. Em matéria especial na sua edição do dia 16 de junho desta semana, o jornal O Popular deu destaque a essa importante parceria.

"As atividades executadas colocam a instituição dentro de um ambiente de desenvolvimento tecnológico, fomento a pesquisas e promoção do conhecimento. A AEE estará sempre à disposição para outras iniciativas como esta", destacou o presidente da Associação Educativa Evangélica e chanceler da UniEVANGÉLICA, Augusto César Rocha Ventura, em entrevista para O Popular.

O Reitor da UniEVANGÉLICA, Carlos Hassel Mendes, evidenciou o papel do projeto para o fortalecimento institucional e exaltou a parceria entre a Força Aérea Brasileira e a Universidade Evangélica de Goiás. "A UniEVANGÉLICA sempre estará ao lado do desenvolvimento da ciência", declarou. O jornal O Popular trouxe em sua matéria especial detalhes técnicos sobre o treinamento de pilotos de supersônicos da FAB.

O treinamento físico dos pilotos na universidade inclui atividades para suportar a carga gravitacional ao pilotarem os caças Grippen. "Os pilotos do primeiro grupamento que foram submetidos ao teste de carga gravitacional na Suécia foram muito elogiados em função da condição física", explicou o professor doutor Iransé Oliveira Silva, diretor do curso de Educação Física, que utilizou a experiência e o conhecimento adquirido no projeto para sua tese de doutorado.

Os treinamentos previstos na parceria começaram em 2021. Foram quatro meses iniciais de treinamento na UniEVANGÉLICA e na sequência os pilotos da FAB foram para a Suécia para o teste na centrífuga Aeromedical ans Survival Training. Essas atividades específicas são realizadas para que os pilotos possam suportar a força gravitacional dentro da aeronave em movimento, que pode chegar a nove vezes a força da gravidade em terra.

Todas as etapas do treinamento realizado na UniEVANGÉLICA são realizadas com a supervisão da FAB e são coordenadas pela Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA). A fabricante, SAAB, também supervisiona as ações. "As pessoas não têm noção do que é essa força. Um indivíduo que pesa 100 kg possui uma cabeça que pesa 9 kg. Se ele for submetido a 9G é como se a cabeça tivesse 81 kg e o corpo terá de suportar 900 kg durante 10 ou 12 segundos. Daí a importância do treinamento de força", evidenciou ainda o professor Iransé Silva em entrevista ao jornal O Popular.

A UniEVANGÉLICA é parceira da Força Aérea Brasileira desde 2013 e, desde então, amplia as ações, por meio de convênios e atividades que possam beneficiar diretamente a comunidade. O objetivo dessa aproximação é, além de servir à população, contribuir para o desenvolvimento do país.

Felipe Homsi