22, December de 2020

O Centro Universitário de Anápolis - UniEVANGÉLICA recebeu neste sábado (12) a primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, que esteve na instituição para conhecer as ações do projeto DOT Brasil, que tem como objetivo traduzir a Bíblia para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Ela foi recepcionada pelo Chanceler do Centro Universitário de Anápolis e presidente da AEE, Ernei de Oliveira Pina e sua esposa, Aila Pina, na Biblioteca Central.

"É a primeira vez que recebemos a honrosa visita de uma primeira-dama. A senhora é muitíssimo bem-vinda", declarou o o presidente da AEE no evento realizado na Biblioteca Central. "Não há Bíblia na Linguagem Brasileira de Sinais. E o DOT Brasil, esse movimento abençoado, está colocando gente trabalhando, teólogos, linguistas, para que a Bíblia seja em breve traduzida e os surdos possam ter a oportunidade de conhecer", destacou ainda Ernei de Oliveira Pina. "Esse projeto mora no meu coração", acrescentou.

A primeira-dama, em seu discurso, falou sobre as ações federais em benefício da população: "esse é o governo que não vai deixar ninguém pra trás. Nós temos um olhar especial para as pessoas um pouco mais vulneráveis. Fico muito feliz de estar aqui hoje à tarde recebendo esse complemento do DOT, (pois) já conheço, gente. Tenho um carinho muito grande pelo DOT".

No mesmo dia, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, apresentou uma palestra sobre as ações do seu ministério e falou sobre pautas conservadoras no Ginásio Poliesportivo da instituição. Participou do evento o Reitor Carlos Hassel Mendes, sua esposa, Juliana Hassel e demais representantes da Associação Educativa Evangélica e UniEVANGÉLICA. A visita foi coordenada e mediada pelo deputado federal Major Vitor Hugo (PSL).

"Nós a recebemos com muita alegria. Nesse momento diferente, nesse momento difícil para as instituições de ensino superior", lembrou Carlos Hassel. Apesar dos desafios impostos pela pandemia, ele destacou as vitórias alcançadas: "um ano de muito aprendizado, muita luta, quando nós tivemos, de uma hora para a outra, que virar o nosso planejamento presencial para o online. Terminamos esse ano, estamos terminando com muita alegria, com muito aprendizado, com muita coisa nova acontecendo".

O Reitor Carlos Hassel Mendes destacou ainda o sonho institucional de transformar o Centro Universitário de Anápolis - UniEVANGÉLICA em universidade. Na próxima semana, uma equipe do Ministério da Educação fará uma série de avaliações e a expectativa é que esse objetivo se cumpra até o início de 2021. "Um sonho dos nossos fundadores, que, em 1947, ao criarem a Associação Educativa Evangélica para dar manutenção a um colégio que iria fechar as portas aqui em Anápolis, Colégio Couto Magalhães, eles se uniram", contou.

A ministra Damares falou sobre o seu sentimento em falar sobre pautas conservadoras no Centro Universitário de Anápolis: “essa cidade é linda, é incrível, e para nós, cristãos, tem um significado muito grande. Toda a comunidade evangélica brasileira tem um olhar especial para Anápolis, essa cidade mexe com os nossos sentimentos, mexe com as emoções da igreja evangélica. Nós viemos anunciar obras do nosso ministério, governo federal, em parceria com o Estado e com o município e nós trouxemos uma novidade: nós estamos trazendo para Goiânia".

O deputado federal Major Vitor Hugo exaltou a vinda da ministra Damares a Goiás, em especial a Anápolis. “A ministra Damares aceitou o nosso convite para vir ao nosso estado para fazer anúncios importantíssimos: quase R$ 15 milhões que o presidente Bolsonaro, através do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, entregou para Goiás no dia de hoje em diversas frentes. Eu fico muito orgulhoso de depois de ter passado esse tempo, 1 ano e 7 meses à frente da Liderança do Governo na Câmara, representando o nosso querido presidente Bolsonaro entre os deputados, poder retornar para o estado de Goiás agora e, ao poucos, trazer eventos importantes para cá, colocando Goiás na rota das grandes discussões nacionais,” afirmou.

O evento contou com a presença de diversas autoridades, como o prefeito de Anápolis, Roberto Naves e a primeira-dama municipal, Vivian Naves; a ex-senadora Lúcia Vânia; os deputados estaduais, Amilton Filho, Paulo Trabalho, Cairo Salim e Coronel Adailton, deputado federal João Campos, demais autoridades e a comunidade.