22, March de 2023

A Associação Educativa Evangélica, que mantém instituições de ensino no Estado de Goiás desde 1947, é exemplo em ações voltadas ao Meio Ambiente e preservação dos recursos naturais. Desde o Ensino Fundamental, alunos dos colégios aprendem sobre a importância desse recurso para a vida humana e são conscientizados sobre a necessidade de manter intactas áreas ambientais. Hoje, em especial, esse tema fica em evidência, com a celebração do Dia Mundial da Água.

"Somos uma instituição preocupada com o Meio Ambiente. Em especial, observamos com preocupação o último relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, publicado pela Organização das Nações Unidas no dia 20 de março e que acendeu um alerta. As nações investem pouco para frear, por exemplo, o aquecimento global e isso tem impacto direto na oferta de água", destaca o presidente da Associação Educativa Evangélica e Chanceler da Universidade Evangélica de Goiás - UniEVANGÉLICA, o Advogado Augusto César Rocha Ventura.

A Associação Educativa Evangélica cumpre seu papel para contribuir com a manutenção dos recursos naturais e ainda preservação de nascentes de água. "Mantemos várias áreas verdes, como a Trilha do Tucano, com 30 hectares, localizada em Anápolis. Diversas ações educacionais, do Ensino Fundamental ao Doutorado, são realizadas naquele local. Temos ainda uma Usina Fotovoltaica Urbana instalada no Campus da UniEVANGÉLICA, que gera energia solar e contribui para diminuir o impacto ambiental", cita Augusto Ventura.

Ações internas de conscientização ambiental, a oferta de Mestrado e Doutorado em Ciências Ambientais e ainda a manutenção de quatro Unidades Experimentais expressam a contribuição da Associação Educativa Evangélica para estudos e ações concretas de preservação dos mananciais de água. "Para citar como exemplo, a Unidade Experimental de Anápolis abriga uma fazenda-escola, com atividades de fruticultura, horta convencional e orgânica, além do cultivo de plantas medicinais e orquídeas. E no Projeto Social Agnes Wadell Chagas, localizado em Cocalzinho, a AEE mantém a Escola da Natureza, que envolve a participação de crianças da comunidade", explica Augusto Ventura.

Preocupação

Augusto Ventura, presidente da AEE e Chanceler da UniEVANGÉLICA, destaca ainda que os projetos ambientais da Associação aumentam a cada ano, com iniciativas do Ensino Fundamental ao Doutorado.

"Queremos alertar, desde a mais tenra idade, que os recursos naturais são escassos. Devemos reduzir as emissões poluentes e ampliar a conscientização, começando dos alunos do Fundamental e até o Doutorado. Os relatórios mais atuais demonstram que poderemos passar por grandes períodos de seca, fruto da destruição da natureza", alerta.

"Temos o compromisso de preservar o ambiente natural para as gerações futuras, que poderão sofrer consequências desastrosas caso não cumpramos nosso papel. A Associação Educativa Evangélica continuará fazendo essa discussão, em todos níveis e em todas as suas mantidas. Queremos ser exemplo de conservação do Meio Ambiente", conclui Ventura.